We Have No Idea

book_mockup_01s.jpg

Humanas são minha onda, minha praia, minhas miçangas – tudo o mais é difícil e complicado. Embora casado com uma bióloga, tenho uma triste história de desencontros com a Biologia. Química, outra relação pouco saudável – de lá, não digiro nada que seja orgânico. E, ainda que admirasse certos aspectos da Matemática, como Geometria e certa Álgebra simples, curiosamente Física sempre foi um de meus interesses.

Volta e meia visito publicações a respeito. Embora minha compreensão da matéria seja, com honestidade, limitadíssima, exatamente por isso não posso deixar de recomendar um livro adorável: We Have No Idea.

Criado em parceria pelo físico Daniel Whiteson e o quadrinista Jorge Cham, o livro é um delicioso apanhado sobre as grandes questões] que ora afligem os físicos, numa linguagem bem-humorada e acessível como jamais encontrei no gênero – right in your face, Neil DeGrasse Tyson.

Repleto de cartuns, o livro percorre de forma uberdidática os atuais dilemas, mistérios e becos-sem-saída que a Física contemporânea se depara. Quanto e o quê sabemos sobre o Universo até o momento? O que é matéria escura? E energia escura? O que é o tempo? Quão longe estamos de uma Teoria de Tudo? Como arranjar o casamento entre a Teoria da Relatividade Capuleto e a Mecânica Quântica Montéquio?

Mesmo face a face com temas que poderiam soar complexos, de questões que pairam no limiar da Física, posso garantir a você duas coisas. Uma: a certeza de uma leitura fácil e prazerosa. Mesmo sem traduções em português, dá para encarar, creia-me: meu inglês é nível serjumoro.

Dois: o que é bonito, o que é adjacente aos esclarecimentos científicos de We Have No Idea é o voto de humildade, o assombro diante da imensidão da nossa ignorância, tão vasta como o Cosmos.

Estima-se que tudo o que sabemos, todo o progresso alcançado pela humanidade até hoje – o conhecimento acumulado da astronomia, biologia, química, física, etc., fora a tecnologia do macarrão instantâneo – não passam de apenas 5% do universo cognoscível.

O resto? A gente não faz ideia.

Imagem relacionadaA grande mágica do livro não é impingir a necessária modéstia pelo reconhecimento da nossa própria ignorância. Ao contrário: é reaver na gente a beleza e o sentimento do numinoso – da maravilha, do assombro e, por que não, da diversão que a descoberta e a busca pela Verdade proporcionam.

Tudo o que faz da Física uma matéria apaixonante. E de We Have No Idea uma apaixonada declaração de amor.

Para saber mais: http://phdcomics.com/noidea/

 

 

 

 

6 comentários em “We Have No Idea”

  1. Quando a Ciência se declara ignorante, não há como ignorar a beleza do Mistério. É preciso explicação pra tudo? Talvez. Mas adoro as evidências insondáveis da fé.

    Curtir

  2. Hello, I was just taking a look at your site and submitted this message via your “contact us” form. The “contact us” page on your site sends you messages like this via email which is why you are reading through my message right now right? This is the most important accomplishment with any type of advertising, getting people to actually READ your ad and this is exactly what you’re doing now! If you have an ad message you would like to blast out to millions of websites via their contact forms in the U.S. or to any country worldwide send me a quick note now, I can even focus on specific niches and my charges are very reasonable. Write an email to: Phungcorsi@gmail.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s